A partir de um jogo experimental, a artista Dalila Gonçalves procura testar a permeabilidade entre matérias e processos da prática artística e da vivência quotidiana.
Utilizando ferramentas como o video, a fotografia e a instalação, a artista concebe objectos que nem sempre implicam a transformação real das coisas, concretizam-se, em muitos dos casos, pelo simples uso inesperado, irónico, absurdo ou metafórico da matéria. Pela subtileza da informação utilizada, pela natureza dos materiais, ou pelo simples modus operandi joga-se também com a própria “percepção” e com a ideia de “evidência”. É porventura nestes momentos de estranheza, nessa espécie de fronteira entre a realidade física e a ficção, que são activados os mecanismos do sentir e do pensar que aferem significado ao objecto artístico.

 

Nasceu em Castelo de Paiva em 1982.

Licenciatura em Artes Plásticas – Pintura, Faculdade de Belas da Univesidade do Porto (FBAUP);
2005 2.ª Edição do Curso de Fotografia do Programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística;
2008 Mestrado – Ensino  de Artes Visuais, Faculdade de Belas e Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto;
2009 Programa Inov-Art em Barcelona no Atelier do Artista  Ignasi Aballí;
2010 /2011 Doutoramento Arte e Design – Faculdade de Belas Artes UP (em Frequência).

Exposições Individuais

Centro de Arte de Alcobendas Madrid (Setembro 2018)
Solo – SP- Arte – Galeria Lamb Arts. São Paulo Brasil, 2017
Solo – Feira de Santander. Galeria Rafael Ortiz. Santander, 2017
The clock has no place in the woods – Lamb-Arts, Londres, 2016
Cata-Vento, Galeria Rafael Ortiz, Sevilha, 2015
Arco (Feira de Arte Madrid)  – Kubik Gallery, 2015
Processo Circular – SUBTE – Montevideo – Uruguay, 2014
Procedere é Processo, KubikGallery, Porto, 2012
760.000 segundos, Galeria Caroline Pagés, Lisboa, 2011
Lembro-me deste Sitio de Algum Lugar; sput&nik, Porto, 2011
Laboratório Irreversível, Quarto Escuro, Porto, 2010
Proscénio, Sala Poste-ite, Edifício Artes em Partes, Rua Miguel Bombarda, Porto, 2009
Tempus Fugit,  Galeria Caroline Pagès, Lisboa, 2008

Exposições Colectivas (selecção)
2018

Cabinet of True Horizons (how far can you see? ), Rodríguez Gallery, Polónia
Lo digerido, Espacio Dorffi, Lanzarote, Espanha.
Sp Arte, São Paulo. Lamb Arts Gallery
Art Lima – Lima, Perú. Lamb Arts Gallery
BiC COLLECTION, Centquatre, Paris
Here and Elsewhere, Cidade do México.
“A Preto e Branco”, Fundação PLMJ, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa
Feira Arco- Madrid – Galeria Rafael Ortiz

2017

Fondation Hippcréne – Otazu Foundation Collection, Paris
“Urgent Perspectives #1”. Projektraum Viktor Bucher. Viena
Untitled, Art. Miami- USA- Galeria Rafael Ortiz
ARTBO, Bogotá – Colombia – Lamb Arts
Keep Calm and Carry On, El Salvador
JAd Bi – Galeria Madragoa , Lisboa “Quid Pro Quo”.
O Tempo Inscrito – Memória, Hiato e Projecção, Colecção Figueiredo Ribeiro. Abrantes
Panal 361, Buenos Aires, Argentina
Representação na ARCO – Madrid – Galeria Rafael Ortiz.

2016

Questionamento, Centro Cultural Vila Flor, Guimarães, Portugal
“Keep calm and carry on” – La Fragua, Tabacalera, Madrid.
CuestionamentoI – Territorio,  Sala de Arte Joven, Madrid.

2015

Notas sobre a construção do tempo. Anozero Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.
“Um horizonte de proximidades: Uma topologia a partir da Coleção António Cachola”. Arquipélago – Centro de Arte Contemporânea – Açores
Walk & Talk – Açores, Portugal
Trabalhos da Colecção António Cachola – Centro de Arte Contemporânea
Graça Morais, Bragança
Jugada  a 3 Bandas, Madrid
“Território de Trabalho”; 10 anos Laboratório das Artes, CCVF, Guimarães, Portugal
“Fora de campo não é fora de jogo.” Dalila Gonçalves + André Alves,  Exteril, Porto.

2014

“Daqui parece uma montanha – artistas contemporâneos dinamarqueses, austríacos e portugueses – Centro de Arte Moderna– Gulbenkian (comissariado por Luísa Santos)
Sub 40, Galeria Almeida Garrett, Porto
Estrutura, Objeto, Materia… Acción!, La Conservera, Centro de Arte Contemporanea, Murcia (Espanha).
ArtRio – Kubik Gallery – Rio de Janeiro, Brasil
“Acervo”, exposição de artistas portugueses na Colecção Navacerrada , Centro de Arte de Alcobendas / Madrid
“The grass is always greener – contemporary artists”. Museum of Contemporary Art (Roskilde), Dinamarca
Aires del Oeste -8 Jóvenes Artistas Portugueses”; Rafael Ortiz Proyectos, Madrid
Residência  e Exposição – “Carpe diem, Centro de Arte e Investigação” , Lisboa, Portugal
Residência e Exposição –  “ Da Fábrica que Desvanece” (Casinfância)- Instalações da Antiga CUF, Barreiro, Portugal
JustMad (Art fair), KubikGallery (Madrid, Espanha)

2013

Summa Art Fair – Kubik Gallery, Madrid
Contornar– Dalila Gonçalves + André Alves, Fac Peregrina – Santiago de Compostela
TORNAR Dalila Gonçlaves + André Alves,Laboratório das Artes – Guimarães
XV Certamen de Artes Plásticas , Sala El Brocense – Cáceres, Espanha
O vasto espaço da realidade, Espaço Mira, Porto.

2012

Turn On, Tune In – Factory-Art Gallery, BERLIM
Projecto – Teleférico Dinâmico Guimarães, Guimarães
O coração, o centro do nosso universo,  Hospitais da Universidade de Coimbra.
Sincronia – Sput&nik thewindow, Porto
Co Eficiência algumas variáveis, Sput&nik thewindow, Porto
Aproximações à Profundidade – Sala do Veado, Museu da História Natural e da Ciência, Lisboa
Trienal de Arte Contemporânea – Beauforto4  – Belgica
Jugada a 3 Bandas – Madrid
Guimarães/Berlim – Tourcoing, França
Cinco Séculos de Desenho na Colecção da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto Museu Soares dos Reis, Porto

2011

Container INSIDE, Cidade da Cultura da Galiza, Santiago de Compostela
Musao Oporto, Vienna, Austria
Guimarães Arte Contemporânea 2011, Centro Cultural Vila Flor e Laboratório das Artes. Guimarães
A Quatro, Galeria Ipsar, Roma

2010

WATER CLOSET, LxFactory, Lisboa
Small is Beautiful,  galeria Caroline Pagès, Lisboa
Topologias, Casa da Galeria, Santo Tirso
Projecto Colector, Cinemas Medeia Filmes, Porto
Festival KAUNAS PHOTO, Lituânia
Espacio Atlântico, Feira de Arte Contemporânea (Caroline Pagès Gallery), Vigo
Opções & Futuros #5, Obras da Fundação Plmj, Espaço Fundação Plmj, Lisboa

2009

Opencall frieze art fair – London
Projecto Colector, Museu D. Diogo de Sousa, Braga
Projecto Colector, Casa Museu Abel Salazar, Leça do Balio, Portugal
Arte Contemporânea na Garagem da Vizinha, Maia

2008

A  Arte Dos Ofícios ou Como a Arte é Um Ofício Também , sala de exposições do centro cultural de  Foz Coa, Vila Nova de Foz Coa
Aveiro Jovens Criadores, Galeria Paços do Conselho, Aveiro, Portugal
Artlet – Arte Contemporânea, Rua do Almada, Oporto, Portugal
Polvora Muse,  Fábrica da Pólvora ,  Barcarena, Oeiras
Exposição – 2ª edição  Curso de Fotografia, Programa Criatividade e Criação Artística – Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

2007

Projecto Fábrica Import/Export, (láboratório das artes), antiga Fábrica de curtumes, Guimarães
Rumar a Mar Alto, Teatro Aveirense, Aveiro
Jardim Aberto, (exposição comissariada por Filipa Oliveira), Jardins do Palácio de Belém, Lisboa
Ana Santos desenho/Dalila Gonçalves registo fotográfico, Galeria Plumba, Porto
Good News, Galeria Plumba, Porto
Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira

2006

Anteciparte, Pátio da Galé, Praça do Comércio, Lisboa
Jovens Criadores, Antiga fábrica TOBOM, Montijo
10 Artistas Licenciados à Procura de Emprego, Calçada de Monchique, Porto
More or Less, Museu da Ciencia e da Industria, Porto

2005

Bluescreen (Exposição de Finalistas), Galeria do Palácio, Porto
Projecto Colectivo Casa Casais, Porto
Projecto Interferência–Intervenções no Espaço Público, Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira, Portugal
Representação Alunos Fbaup, Bienal de Cerveira, Tui, Espanha
Bienal de Vila Verde, Vila Verde, Portugal

Residências /Formações/ Conferências (selecção)

Studio for Conceptual Art (Post-conceptual Art Practices). Academia de Belas Artes de Viena. Organizado por Marina Grzinic. 2017
Artist-in-Residence Programme KulturKontakt Austria 2017
Turbulência, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo. Brasil, 2017
Espacio de criación – Santander (Espanha)
Apneia – Porto (Portugal)
Proyecto Rampa – Madrid – 2015
Residência – Instituto Inclusartiz, Rio de Janeiro, Brasil, 2014
Carpe diem, Centro de arte e Pesquisa, Lisboa, 2014
AKME, Faculdade de Belas Artes de Bilbao, 2012
I Encontro de Artistas Novos “Cidade da Cultura”, Santiago de Compostela, Espanha, 2011
IS THIS SPAIN? (Organização – Associação Pensart – Espanha), Porto, 2010
Especialização – Intervenção em Espaços Públicos e Obras de Arte Site-Specific – Universidade Lusófona do Porto, 2009
“Interferências” – Residência e no âmbito da Bienal de Cerveira,  2005
Jornadas de Intervenção Artística no Espaço Urbano e Natural, El Carpio-Cordoba, Espanha, 2004

Prémios

Selecção para a exposição Individual no Centro de Arte Contemporânea SUBTE – Montevideo – Uruguay
1º Prémio Fotografia – Concurso Jovem Criador, Aveiro, 2009
Selecção Jovens Criadores (Concurso Nacional), 2006
Selecção Anteciparte (Concurso Nacional), 2006
Prémio Fotografia – Concurso Arte XXI, Espinho, 2005
Prémio Aquisição da Reitoria da Universidade do Porto 2005.
Menção Honrosa Prémio Ibero americano – Nexofoto–  Exposição Santiago do Chile, 2015

Colecções

Friedrich Christian Flick Collection – Berlim
Colecção António Cachola, Museu de Elvas – Arte Contemporânea
Frances Reynolds Collection.
Otazu Foundation Collection
Colección Navacerrada
Nueva colección Pilar Citoler. Zaragoza, Espanha
Colección olorVISUAL, Barcelona
Museu ao Ar Livre (colecção de Arte Pública) – Cidade do Porto
Colecção Jose Maria Civit
Belle Epoque Centrum (Belgica)
Colección Fundación Fundomar. Sevilha, Espanha.
Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto
Colecção PLMJ
Colecção Figueiredo Ribeiro
Colecção Instituto IPSAR ROMA
Water Closet 7, Lx Factory, Lisboa
Colecções Particulares em Portugal, Espanha, Alemanha, França, Belgica, Brasil, Colombia, USA.