Linhas de Passagem (Contact Traces

* “O tempo faz-se visivel e move-se com a paisagem ” (Paul Theroux – Velho Expresso da Patagónia)
Lixas Usadas em Fábricas de Móveis.
Dimensões Variáveis. …/2016

 *Paul Theroux – Velho Expresso da Patagónia

 

O título deste trabalho aproxima o aspecto formal das lixas a uma citação do livro de viagens de Paul Theroux.  O autor (viajante), olhando pela janela do comboio e vendo os rastos de paisagens em movimento afirma: “O tempo faz-se visivel e move-se com a paisagem ”.
Também podemos, porventura, ver paisagens nestas lixas. Contudo, elas são sobretudo folhas de marcas, de movimento: marcas de passagem, marcas de histórias, marcas de produção, marcas de matéria. Pressentimos os objectos que construíram e poliram; pelas diferentes tonalidades pressentimos diferentes tipos de madeiras, diferentes linhas de passagem, diferentes grãos de lixa (densidades de lixa, que as diferenciam na sua cor original azul e preta nestes casos).
No fundo, estas lixas gastas, em “fim de linha” (já sem utilidade para as carpintarias) são uma espécie de folhas de contacto, onde foram registadas diferentes histórias, de diferentes produções. Não vemos os objectos que ajudaram a construir intuímo-los e essa intuição pela matéria, pelo cheiro para o passado caminha lado a lado com o caráter abstrato e pictórico da obra. Há esses dois mundos nestas peças, o da presença do que foi e do enigmático do que é.