Abril 22, 2018 in Textos

Objectos sem qualidades (Calendário – Publicação)

Dalila Gonçalves escolheu para esta publicação o formato de um livro de registo (implícita na origem latina da palavra – calendarium), onde reúne um conjunto significativo de obras, representativo da…
+
Abril 17, 2018 in Textos

Peça sem actos – Maria Sottomayor

“O vazio desenhava desde sempre a forma do teu rosto Todas as coisas serviram para nos ensinar A ardente perfeição da tua ausência” Sophia de Mello Breyner   Há, no…
+
Abril 17, 2018 in Textos

“O relógio não pertence ao bosque” – Sérgio Fazenda Rodrigues

Dalila Gonçalves desenvolve uma pesquisa em torno da expressão que o tempo adquire. Uma pesquisa sobre os momentos que se encontram e mensuram no decorrer de uma acção, mas também…
+
Abril 18, 2018 in Textos

Texto de Luísa Santos, curadora – Exposição – Processos circulares como representação do tempo

Processos circulares como representação do tempo Texto de Luísa Santos, curadora “Processos circulares” é uma exposição que nos pede tempo e, concordante com o que nos pede, fala-nos de tempo.…
+
Abril 22, 2018 in Textos

São montanhas ou não são montanhas? São montanhas mas não são montanhas

Um primeiro e mais distanciado olhar não deixa dúvidas, é mesmo um perfil de montanhas que aparece claramente desenhado na parede. Uma espécie de tira constrói a percepção de um…
+
Abril 22, 2018 in Textos

O que se esconde debaixo da pedra

Acho que ainda somos crianças. Todos. Talvez quase todos. Não sei se importa quantos são se ainda existir um. Alguém que precise, necessite, insista em espreitar, não para ver uma…
+
Abril 22, 2018 in Textos

AGENDA. PARA UM OFÍCIO MINERAL

À primeira hora contemplar com a palma o magma frio, indagar da sua precedente erupção e do desenho peculiar que o seu arrefecimento aflora. Perceber da pedra o seu ciclo.…
+